P. Algumas marcas de refrigerantes acabaram de lançar refrigerantes "zero de açucar". Isso é realmente possível?
R. É possível sim. Antes da linha de refrigerantes a base de cola, já existia no Brasil a linha de refrigerantes a base de guaraná na versão zero de açúcar.

P. Existe algum produto que substitua o açúcar nesses refrigerantes? R. Sim, os adoçantes, sendo os principais: o aspartame e ciclamato de sódio.

P. Quais as diferenças entre os refrigerantes lights, diets e sem açucar?
R. De acordo com a ANVISA, a diferença é:
Diet: o alimento diet deve ser isento de um nutriente ou calorias em relação ao alimento convencional.
Light: o alimento deve apresentar uma redução mínima de 25% de nutrientes ou calorias em relação ao alimento convencional.
Neste caso, o sem açúcar pode ser considerado um alimento de origem diet.

P. Quais são os benefícios dos refrigerantes sem açúcar?
R.Do ponto de vista da saúde, são refrigerantes que podem ser consumidos por pessoas com necessidades específicas de alimentação (ex. diabéticos).

P. Uma marca de refrigerante lançou uma bebida com adição de cafeína, que, segundo a empresa, é uma bebida que conserva o gás mesmo depois de aberto e possui mais cafeína do que o normal. É um produto indicado para dar mais "pique" para a balada. O consumo deste tipo de refrigerante desse ser menor que o do comum?
R. O refrigerante com adição de cafeína foi lançado com a finalidade atingir o público que sai freqüentemente as "baladas", para dar pique. Esse pique é gerado, pelo motivo da cafeína, que é uma metilxantina, ser um estimulador do Sistema Nervoso Central, onde expressa os efeitos na forma de redução da sensação de fadiga e de sonolência e em maior rapidez de pensamento.
A regulamentação atual permite, que os refrigerantes tenham no máximo 200mg de cafeína por litro (equivalente a duas xícaras de café expresso), o refrigerante da Pepsi contém 195 mg de cafeína por litro (70 mg por lata).
Apesar de estar dentro da normas exigidas, não deve ser consumido habitualmente, pois doses elevadas de cafeína podem surgir sintomas de nervosismo, ansiedade, insônia e tremores.

P. Quais são os efeitos provocados no organismo se for misturado com bebidas alcóolicas?
R. Os efeitos dependerão da dose ingerida/tipo de bebida e da sensibilidade de cada indivíduo.
Sabe-se que o excesso de cafeína associado a bebidas alcóolicas promoverá uma grande estimulação do Sistema Nervoso Central.

Matéria escrita por Elaine Martins Bento - Nutricionista e Diretora da Associação Paulista de Nutrição - APAN
Jornal Agora SP - Revista Da Hora